quinta-feira, 29 de abril de 2010

Idéias de negócios: escola de futebol!

“Pátria de chuteiras” não é apenas um eufemismo da importância do futebol na cultura brasileira. O futebol é o esporte mais praticado no Brasil e representa o símbolo nacional de maior sucesso no exterior. O desempenho dos clubes ocupa o centro das conversas do dia-a-dia, independentemente da região do país ou da classe social.

futebolAssim que começa a dar os primeiros passos na vida, todo brasileiro ganha uma bola de brinquedo para chutar. Após alguns anos, a criança começa a praticar o esporte no pátio do colégio, no corredor de casa, embaixo do prédio, no meio da rua, no quintal ou na praia. As traves podem ser postes, chinelos, tijolos ou pedras. As linhas, uniformes e chuteiras são dispensáveis e a bola pode ser de plástico, de borracha, feita com meia e trapo, uma laranja, papel embolado, latinha de cerveja ou tampinha de garrafa. Com regras simples e número flexível de jogadores, há poucos empecilhos para que o futebol seja praticado de forma massificada de norte a sul do país.

Esta mania nacional pode gerar oportunidades lucrativas de negócios para pequenos empreendedores, fora do circuito dos clubes profissionais que faturam com a comercialização de ingressos nos estádios, camisas oficiais, direitos de imagem e venda de jogadores. Um dos tipos de negócios que mais prosperam no mercado da bola é a escolinha de futebol.

A escolinha busca ensinar técnicas de futebol e proporcionar condicionamento físico a crianças e adolescentes. O aumento da violência e a redução dos espaços públicos nas grandes cidades elevaram a demanda por locais seguros para o treinamento, com o acompanhamento de professores de educação física especializados. O piso sintético também barateou a instalação de campos de futebol.

Outra tendência urbana vem contribuindo para o sucesso das escolas de futebol: a construção de condomínios fechados de casas e apartamentos. Grande parte destes novos empreendimentos possui quadras poliesportivas e campos de futebol, que são terceirizados para a disponibilização de aulas de futebol e outras atividades esportivas aos moradores.

Além do benefício comprovado para a saúde da prática esportiva, as escolinhas também funcionam como trampolim para o mercado profissional de jogadores. Em muitos casos, o futebol representa a única chance de ascensão social de famílias desfavorecidas. Histórias de jogadores pobres que conquistaram fama e fortuna recheiam os sonhos de milhares de pais e crianças. E mesmo para as crianças que não seguem carreira de jogadores profissionais, a escola desempenha um papel social na formação do indivíduo.11futebol_botao

Para atrair mais interessados, as escolas podem adotar marcas ou franquias de times populares de futebol. Esta associação permite aos alunos visitarem centros profissionais de treinamento, entrarem em campo com os jogadores em partidas oficiais dos times e, se for o caso, encaminharem a sua carreira profissional. Contar com ex-atletas como professores e organizar campeonatos infantis e outras atividades de integração também auxiliam na divulgação da escola.

Para quem está começando o negócio, não é necessário investir em quadras e campos de futebol. Basta alugar o esp aço em clubes e associações. Posteriormente, o empreendedor pode decidir sobre compra de imóveis ou construção de uma estrutura de treinamento.

Porém, no difícil jogo dos negócios, o empreendedor não pode pisar na bola. Mais informações sobre a viabilidade comercial de uma escola de futebol podem ser obtidas por meio da elaboração de um plano de negócios.

Quer montar esse plano de negócios? Consulte o SEBRAE mais próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
 
Contador de visitas
Contador de visitas